Camisa Oxford: Das partidas de polo ao casual friday, na maior estica

O tecido que faz a camisa Oxford foi inventado no século 19 em uma tecelagem na Escócia. O material inovador garantiu que o tecido tivesse alta durabilidade, mas, graças às fibras naturais, o tecido era altamente respirável. Isso também se devia ao processamento: dois fios eram tecidos um no outro – como uma trama de cestaria.

As camisas feitas com o tecido foram originalmente nomeadas em homenagem às universidades de elite britânicas, para torná-las mais atraentes e fáceis de vender. Mas apenas a camisa Oxford se firmou e alcançou grande sucesso – nenhum de nós tem uma “camisa Cambridge” no armário, né?

A imagem do jogador de polo vestindo a camisa Oxford não é um mito: originalmente desenhada por seus inventores para ocasiões chiques, a durabilidade e a respirabilidade da camisa permitiram que homens sofisticados e os estudantes das universidades de elite estivessem alinhados ao praticar esportes como o polo. A gola abotoada era prática, porque um atleta não seria incomodado por um colarinho esvoaçante e poderia prender as pontas da gola à camisa – por isso é chamada de button down. Os alunos gostaram tanto do novo tipo de camisa que até continuaram a usá-la após a formatura – e assim moldaram o Smart Casual Look. Ela se tornou tão popular que foi amplamente adotada entre outras classes sociais e virou peça-chave da estética Preppy.

A Oxford pode ser usada com calças sociais ou chinos, no escritório (enfiadas para dentro), mas também informalmente com jeans em uma sexta-feira casual, de cerveja na mão.

A camisa Oxford da Oficina é feita em tecido 100% algodão, fio 80 com uma construção 2×1 típica de uma clássica Oxford. Seu tingimento é “idanthrene”, o que confere uma firmeza e uma intensidade total nas cores dos fios. É um clássico button down; seu acabamento tem uma lavanderia amaciada por 40 minutos, a 25 graus, e recebe em seguida uma passadoria soft, deixando a camisa levemente amassada e muito cool!

Inscreva-se

Inscreva-se e receba conteúdo exclusivo

Deixe um comentário