Chino Oficina: Uma linha completa para te acompanhar diariamente

A primeira referência ao termo “chino” data do final do século 19, quando o exército americano instalou-se nas Filipinas durante a guerra entre Estados Unidos e Espanha. A roupa dos oficiais era feita com sarja de algodão chinês e chino, justamente, é a palavra em espanhol para chinês.

O antecessor do chino foi desenvolvido por Sir Harry Lumsden, em 1848, enquanto estava na Índia, para camuflar seu uniforme branco. Ele misturou uma combinação de café, curry e amoras para tingir a roupa, e essa nova tonalidade, chamada de khaki (palavra em hindi para “poeira”), combinou com o ambiente árido. Embora agora seja usado de forma alternada ou conjunta com “chino”, cáqui se refere à cor de tinta que Lumsden criou.

Na Oficina, a família chino é composta de três peças versáteis, confortáveis e alinhadas para usar em diversas ocasiões do seu dia.

A camisa é feita de sarja fio 50, bem batida e fininha, portanto superleve. O processo de tingimento Garment Dye deixa a peça com um visual sofisticado pois as cores ficam mais profundas e intensas. Além disso, o acabamento é estilo “pele de pêssego”, que dá um toque macio e sedoso. Pode usar levemente amassada em suas produções casuais para dar um charme extra.

A calça e a bermuda chino são feitas de sarja de alta densidade, bem maleável e macia, e tem elastano na composição, para proporcionar mais flexibilidade e conforto. A calça vai bem com produções casualmente clássicas, como as camisas oxford ou as polos de algodão pima. No fim de semana, troque pela bermuda e combine com uma camiseta pima premium.

Inscreva-se

Inscreva-se e receba conteúdo exclusivo

Deixe um comentário